Porquê Lar no Lar?

Nesta tabela vemos como a oferta da Lar no Lar se compara às respostas mais comuns de apoio a estes cidadãos - isto explica em parte porquê que estes programas se têm vindo a propagar e a ter tanto sucesso mundo fora.

LarNoLar UVP.png

Portugal é o terceiro país mais envelhecido da Europa e o que menos investe nos cidadãos mais velhos; isto tem várias consequências e leva a depressões e outras condições e doenças preveníveis.

Muito tem sido falado, escrito e exposto acerca da urgência de encontrar soluções para ajudar a manter os idosos autónomos, independentes e participativos durante mais tempo.  Apesar disto, as ofertas continuam escassas e mais focadas em prolongar a vida do que os anos com qualidade de vida.

Uma das grandes vantagens da Lar no Lar, é o poder de decisão que concede aos mais velhos: não pretendemos ser a sua última escolha, mas a primeira: uma escolha consciente e preventiva, para que se possam manter independentes e autónomas mais tempo.  É uma escolha que tem um impacto positivo não só nas suas vidas mas também nas suas famílias, nas comunidades onde estão inseridas e na sociedade, ao reduzir a dependência de serviços sociais.